domingo, 5 de fevereiro de 2012

CAMALEÃO

Camaleão
Tuas mudanças
Fazem de ti
Tão bonitinho
Sobre os teus ombros
O mundo pesa
Em tuas mãos
Tens meu destino
Todas as cores
Dentro do som
Levam adiante
Tua vontade
De estar em paz
De ir em frente
De ver a vida
Bem colorida
Leio contigo
Tantos jornais
Tantas revistas
Métrica e rima
Do mesmo livro
Quero que a chuva
Molhe tua pele
Quero que o sol
Seque teus pés
Sozinho pensas
A noite inteira
Nos teus amores
Que não têm fim
Sentes o gosto
Do sal do mar
Na tua boca
Rosa e vermelha
Fazes teus planos
Crias teus filhos
São todos eles
De algum lugar
Trocas de roupa
Trocas de carro
Trocas de casa
Sem se mudar
Camaleão
Não tenhas medo
De ser amigo
Tens no teu peito
Uma certeza
Não há paixão
Que te segure
Tudo o que sopra
É o mesmo vento
E caminhamos
A mesma trilha
Sem que saibamos
Onde chegar

Camaleão
Tarde demais
Na natureza
Somos iguais


(In: Canções para os intervalos - 2011)

6 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    COMPARTIENDO ILUSION
    VOGALUZ

    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE SIÉNTEME DE CRIADAS Y SEÑORAS, FLOR DE PASCUA ENEMIGOS PUBLICOS HÁLITO DESAYUNO CON DIAMANTES TIFÓN PULP FICTION, ESTALLIDO MAMMA MIA, TOQUE DE CANELA, STAR WARS,

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Foi um grande prazer conhecer seu blog.Aproveito meu tempo para navegar e ler textos e poemas feitos por pessoas que gostam de escrever.
    Que bom que você é uma delas.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  3. Muitíssimo obrigado, Cristiane França, Jose Ramon e Maristela Guedes, pelas manifestações de carinho. Gostei bastante. Preciso de vocês. Parabéns pelos seus trabalhos também. Estou a segui-los. Abraços. Vôgaluz.

    ResponderExcluir
  4. Sou mais da prosa, mas amo a poesia, o teatro e qualquer outra manifestação da Arte e da Eacrita...Passeando, no TARRAFEANDO, cliquei no Vôgaluz e abriu-se esse espaço, onde li um bocado e me instalei (a foto) no painel.
    Gostei, de CAMALEÃO, muito bonito!
    Vou voltar, para saborear outros poemas...

    Um abraço,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  5. Lúcia Bezerra, muitíssimo obrigado pelo comentário. Abraços. Vôgaluz

    ResponderExcluir